domingo, 29 de maio de 2011

A Loja dos Suicidas - Jean Teulé

Sua vida foi um fracasso? Conosco, sua morte será um sucesso!


Com o bordão acima, a família Tuvache mantém, há dez gerações, sua pequena e bem provida loja de artigos para suicídio. Instalada em um prédio que algum dia foi, quem sabe, uma catedral ou uma mesquita, a loja possui um estoque infinito de produtos infalíveis para se dar fim à vida de forma eficiente. Situa-se na Cidade das Religiões Esquecidas, local onde a chuva ácida e o frio insuportável são comuns.
Na Loja dos Suicidas não se ri e não se diz "volte sempre", mas "adeus", aos clientes.


Lendo o parágrafo acima, parece um livro deprimente e horroroso, mas não é. A Loja dos Suicidas é um romance de humor negro engradadíssimo, inteligente e bem escrito, daqueles de arrancar gargalhadas sinceras e ainda possui um final surpreendente. Jean Teulé consegue em poucas páginas (o livro é fininho, descontando as alegorias deve ter umas 120 páginas) nos envolver na vida da família Tuvache e suas peripécias do dia-a-dia de forma deliciosa, ao mesmo tempo em que vai desfilando, nas entrelinhas, uma critica às superficialidades, egoísmos e burrices da vida cotidiana.
Recheado de frase bem humoradas, como "a vida mata", o texto nos conta a história da família Tuvache, onde tudo vai bem até o nascimento do caçula, Allan. Contrariando o lema familiar de jamais sorrir e ser feliz, o garoto é de um bom humor e positivismo invejáveis, o que começa a levar os pais ao desespero e a produzir modificações de comportamento que podem levar a família à falência.

Um livro delicioso e muito engraçado, que ao falar da morte, fala, na verdade, da vida.

Recomendo aos bem humorados e fãs de humor negro.

Beijo.

3 comentários:

SIL MIZEL disse...

NOssa..amei a resenha, diferente né..vou anotar...

obrigada pela dica...bjs

Carissinha disse...

Adorei!

Adoro humor negro. vou colocar na minha lista.

Beijos!!

Andréa disse...

É um dos melhores livros que eu já li na vida...hauhauahua